Princípios e valores

DSC_4242Somos uma instituição responsável socialmente e que investe em valores como preservação do ambiente, inclusão social e formação integral dos alunos. Ao trabalhar com a filosofia do comportamento, promovendo pesquisas, incentivando a leitura, a escrita e o pensamento, buscamos estimular ações positivas e tornar o coletivo tão forte quanto o indivíduo.

Porém, para que esses valores vigorem na prática, em projetos e atividades, compromisso e responsabilidade da escola, dos pais e dos alunos são determinantes. A tão falada “crise de valores” dos dias atuais, a constante violência, as incertezas quanto ao futuro só podem ser enfrentadas com responsabilidade e compromisso, “bens” e “patrimônios” que buscamos transferir às crianças e adolescentes no gesto cotidiano de educar, no exemplo de viver.

Educar para “ser feliz”, construindo competência de discernimento, de autonomia para fazer escolhas, de aprendizagens para o desenvolvimento de inteligências múltiplas, do crescimento intelectual com diversidade e, sobretudo, competências para perceber limites e aceitar desafios para uma vida ética e bem sucedida.

A responsabilidade e o compromisso de educar a nós pertence: pais, professores e alunos. Alunos, sim, porque com eles se aprende constantemente, por meio do gesto singular da sinceridade. Pais e professores também, porque a tarefa de identificar os princípios que regerão as ações dessa parceria é de todos.

Eis alguns desses princípios que regem nossa carta:

Que o coletivo seja mais forte que o indivíduo,
mas que o indivíduo seja mais forte que a indiferença.

Que o olhar esteja voltado para ações positivas e
as negativas nos provoquem ações transformadoras.

Que a mediação seja mais forte que a locução.
Que aprender a fazer seja mais
significativo que o isolamento do saber.

Que a produção criativa seja fruto da inspiração e,
outro tanto, da organização.

Que a formação acadêmica e cultural nos
insira na aldeia global para o plantio e para a colheita.

Que a compreensão da diversidade leve
à prática da solidariedade e das construções afetivas.

Que a consciência corporal nos leve
ao gesto de respeito por nós mesmos e pelo outro.

Que o meio em que vivemos nos
ensine a prática da preservação ambiental.

Que o espírito da alegria seja
o pão nosso de cada dia.

Ao longo dos anos, são esses princípios e a pedagogia na prática, junto aos seus filhos, que o Friburgo vem proporcionando vivenciar.

Anúncios