Espaço de leitura

Moderna e completa
IMG_20140812_081928_0

Com um acervo de mais de 15 mil livros, entre obras de referência, livros didáticos e paradidáticos, infanto-juvenis e pedagógicos, além de jornais, revistas, periódicos e produções dos próprios estudantes, como enciclopédias e monografias, a Biblioteca Thiago de Mello é um dos espaços mais importantes do colégio.

Aberta à toda a comunidade do Friburgo – professores, alunos e funcionários –, a biblioteca é utilizada diariamente para aulas, leitura, pesquisas, estudos em grupo, produção literária e trabalhos. Seu setor infantil ainda conta com espaço para contação de histórias e computadores com acesso à internet para pesquisas.

Mas suas atividades não ficam restritas aos muros escolares. Ela também realiza ações sociais, organizando grupos de mediação de leitura para crianças carentes.

Thiago de Mello: referência na poesia brasileira

Reconhecido como um dos poetas brasileiros mais importantes da atualidade e tratado como um expoente da literatura regional, Amadeu Thiago de Mello nasceu a 30 de março de 1926, na pequena Barreirinha, cidade fincada às margens de um dos braços do Rio Amazonas, no meio da Floresta Amazônica. Ainda criança, mudou-se para a capital Manaus, onde cursou o ensino fundamental, básico e médio.

Só nos anos 1950, seguiu para o Rio de Janeiro, então capital federal, para estudar medicina. Porém, nunca terminou o curso. Deixou a Faculdade Nacional para se entregar por inteiro ao ofício poético. O primeiro livro, Silêncio e Palavra, lançado em 1951, recebeu muitos elogios e projetou seu nome no cenário cultural do País. E não parou mais.

Mesmo após ser preso durante a ditadura e ser forçado a se exilar na Argentina, Chile, Portugal, França e Alemanha. No Chile, foi colaborador e amigo de Pablo Neruda, traduzindo sua obra, sendo por ele traduzido e ainda se transformando no objeto principal de vários ensaios do chileno.

Suas obras foram traduzidas para mais de 30 idiomas e as mais conhecidas são o poema Os Estatutos do Homem, em que chama a atenção para os valores simples da Natureza, e o livro Poesia Comprometida com a Minha e a Tua Vida, que lhe valeu, em 1975, em pleno Regime Militar, prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte, e o fez conhecido internacionalmente como um intelectual engajado na luta pelos Direitos Humanos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s